Fundação Rodrigo Mello Franco de Andrade e UFMG começam a restaurar pinturas “secretas” no Museu Casa Padre Toledo

Rara referência de ornamentação do período colonial, pinturas começam a ser reveladas esta semana.

Em janeiro de 2022, inicia-se o processo de restauração de pinturas decorativas escondidas em paredes do casarão que abriga o Museu Casa Padre Toledo, em Tiradentes (MG), um dos espaços culturais da Fundação Rodrigo Mello Franco de Andrade. 

Rara referência de ornamentação em edificações civis do período colonial, as pinturas estavam por trás de camadas de tinta posteriores. O prédio que sedia o museu (hiperlink) remonta à segunda metade do século XVIII, onde foi residência do Padre Carlos Correia de Toledo e Melo, um dos grandes nomes da Inconfidência Mineira.

À frente da parte técnica do trabalho está o restaurador André Luis de Andrade, graduado em Conservação-Restauração de Bens Culturais pela UFMG e mestrando em preservação do patrimônio cultural pelo Centro Lúcio Costa, unidade especial do Iphan (CLC/Iphan). Além disso, mais onze profissionais estão envolvidos no projeto.

Confira a matéria completa:  https://ufmg.br/comunicacao/noticias/ufmg-comeca-a-restaurar-pinturas-secretas-das-paredes-do-museu-casa-padre-toledo

Compartilhar

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Relacionados